Zégua ou Eguebra?

junho 28, 2007

 À primeira impressão, parece que a foto foi trabalhada digitalmente, mas não é nada disso: trata-se mesmo do resultado incomum da cruza de uma zebra com um cavalo.

A “egüebra” ou “zégua” Eclyse nasceu no zoológico do parque safari Stukenbrock, na Alemanha, fruto do relacionamento entre uma zebra fêmea e um cavalo.

Normalmente, as cruzas entre cavalos e zebras costumam resultar em animais com o corpo totalmente listrado.

A gravidez das zebras dura entre 365 e 375 dias, enquanto a das éguas é de 330 dias. No entanto, ninguém sabe quanto tempo a mãe de Eclyse esteve prenha.

Sabe-se que já na época colonial houve cruzamentos das duas espécies de Equidae na África, e até hoje a prática é comum. No Quênia, por exemplo, os animais são criados para passeios turísticos.

‘Hobby’
Nos Estados Unidos, os “zebralos” são criados como hobby e para monta. Quase sempre, os pais são um garanhão zebra e uma égua, já que cavalos costumam ser mais dóceis que zebras.

Eclyse parece ter herdado o impetuoso temperamento africano da mãe, mas os tratadores do zoológico Stukenbrock vêm conseguindo domá-la.

A idéia agora é encontrar um companheiro para ela, já que tanto zebras quanto cavalos são animais que vivem em tropas.

“Procuramos um pônei garanhão que tenha entre 1,40 m e 1,50 m. De preferência marrom e malhado”, afirmou o chefe do parque alemão, Fritz Wurms.

No entanto, por ser uma cruza entre duas espécies diferentes, é improvável que Eclyse seja fértil.

Fonte: UOL

Aqui no Brasil o hobby é misturar gente com burro… Alguns viram Presidente da Republica outros, acabam votando nele.


Acostamento

junho 27, 2007

Se não achar nada de errado até a metade deste video, tome muito cuidado na próxima vez que parar ao acostamento.


Site da Fifa ignora Felipão e atribui o Penta a Parreira

junho 26, 2007

O técnico Luiz Felipe Scolari, que hoje dirige a seleção de Portugal, é ignorado pela página da Fifa referente ao Brasil.
Em um breve texto sobre a história do futebol no país, a entidade menciona os cinco títulos mundiais. Nas últimas linhas, a informação dada é a de que o treinador Carlos Alberto Parreira ficou à frente do escrete canarinho em “1994, 2002 e 2006” (Veja destaque na imagem abaixo).

 

O texto da Fifa diz que “Curiosamente, com freqüência os mesmos técnicos voltaram a treinar a seleção nacional brasileira: (Zagallo 1970, 1998; Parreira 1994, 2002, 2006). Também curiosamente, Felipão não é lembrado pela Federação.
Mas é bem lembrado por quem conhece e/ou ama futebol que em 2002, Scolari levou o Brasil ao pentacampeonato. Parreira, à época, dirigia o Corinthians, de onde só saiu para reassumir a seleção em 2003.

Fonte: Blog do Boleiro

Deixar o Felipão de lado e mencionar o pai do Kiko, foi sacanagem demais!!


Velhinha Profissional

junho 24, 2007

Saia da minha cama!

junho 20, 2007

Enquanto isso no aeroporto:

junho 18, 2007

A Marta que mandou!!


Tecnologia Celular

junho 17, 2007